Opinião/Crítica sobre Resident Evil 5: Retribuição 3D


Bem vindos á minha opinião sobre o mais novo filme da franquia de Resident Evil: Resident Evil 5 Retribuição (Retribution para os Estados Unidos). Fui hoje (14 de Setembro, sexta feira) assistir á estreia de Retribution na minha cidade em IMAX 3D. Quero deixar claro que não sou crítico e nunca fui, portanto não sei se isso ficará bom, só vou comentar e acrescentar umas coisas ruins e outras boas. Aqui não tem spoilers, pode ficar despreocupado (a).


O Filme começa exatamente onde termina RE 4: Afterlife, na batalha de Arcadia. A sequencia que deram do 4 para o 5 foi muito perfeita, muito complexa. Milla estava incrivelmente atuando muito bem, apesar de ser inexsistente na série dos video games, ela continua a heroína dos filmes, claro, melhorando cada vez mais.


Depois, mostra algumas cenas de ação, e volta um pouco do terror, típico da franquia, mas que aos poucos foi saindo desse gênero. Paul Anderson caprichou no roteiro forte e complexo, melhor que todos da franquia e conseguiu criar uma ótima produção para o filme, tornando assim, o 3D incrívelmente épico. Ele soube filmar as cenas de ação e soube adaptá-las aos games, inclusive conseguiu dar vida ao 3D.


O 3D... O 3D não é lá grande coisa, mas se for ver o filme, veja-o em 3D, é como se você participasse do filme, é como um vídeo game sem um Joystick. Seus efeitos são melhores que o Resident Evil 4: Afterlife, e o 3D está te envolvendo mais. A cena do corredor branco por exemplo, cena épica, umas das que dá mais efeitos ao 3D.


Michelle Rodriguez foi INCRÍVEL nos seus 3 papéis, realmente estou boquiaberto. A atriz soube "reviver" a Rain melhor do que nunca. A atriz contou que teve que treinar em apenas 2 semanas, e que inclusive teve que usar salto alto, coisa que ela não costuma fazer, mais adorou participar novamente do filme. Esplêndida, em todas as cenas, ela mantém o masculismo de Rain durona enquanto no seu papel de Rain boa, ela consegue torna-la aquilo mais feminino, uma Rain inocente que é contra o porte de armas e gosta de preservar o meio ambiente.


Resident Evil também traz uma pitada de humor, para aliviar as tensões das cenas. Susto... Benditos sustos... Paul Anderson adora dar sustos, em quase todas as sequências do filme você se assustará com alguma coisa, com um zumbi e até mesmo com tiroteios. Essa parte estão de parabéns!! Capricharam demais.


O filme te envolve completamente, você esquece de tudo quando assiste á ele, esquece de todos os seus problemas, você fica fixado naquilo. PORÉM, tudo tem seu lado ruim. Resident Evil Retribuição também teve. O filme recebeu uma dublagem muito, vamos dizer, porcaria. Quem costuma ver a franquia dublada vai notar uma diferença sim! Não se entende quase nada do que a Rainha Vermelha está dizendo, e nem o que o Wesker diz quando está conversando com Ada e Alice por um monitor e inclusive interpreta os nomes dos personagens errados. Leon, Ada e Alice foram vítimas da dublagem brasileira. Se for ver o filme, veja preferencialmente legendado.


A volta dos personagens deu mais emoção á franquia, ver Carlos, One, Rain e inclusive Jill foi bem gratificante pela parte dos fãs. Umbrella, clonando seus melhores soldados... E não é que Paul Anderson conseguiu retorná-los com grande estilo!?


O filme baseia em Alice, que foi capturada pela Umbrella, escapar de um submerso submarino da Umbrella, no qual possui vários países "de mentira", tudo que se encontra naquele ambiente é falso, como por exemplo: Tóquio, Moscou, Nova Iorque, Suburbia (cidade da Alice loira) e muitos outros lugares falsos, programados para chover, fazer luz do sol, fazer nuvens e etc. Ada serve como nossa guia, ela explica o que acontece, do que é feito e inclusive o que a Umbrella fazia antes da contaminação global (experimentos secretos, e exportação do T vírus para outros países) que inclusive ajuda Alice a fugir (o por que terão de assistir o filme) deste enorme complexo submerso. A volta da Rainha Vermelha, vamos dizer, foi meio fraca.  Primeiro, porque ela está muito diferente do primeiro, na questão do Design. FAIL. Ela que comanda a Umbrella agora, e ela é a chefe do "vídeo game" do lugar cujo Alice e Ada estão tentando escapar. Ela manda várias armas biológicas para interferir a fuga das duas em diferentes climax do filme, e manda várias "fases". É como foi dito acima, como se fosse um vídeo game.


O Filme envolve guerra, humano vs. humano, e volta ás suas típicas batalhas com zumbis, e com o vírus Uroboros. A praga Las Plagas aparece pela primeira vez, sendo injetado em Rain, porém, não se explica sua origem e nem sua história, coisa que provavelmente ficará reservado para o último filme da franquia (ou não), Resident Evil 6.


Mas parece que nem tudo se acaba por aí. Paul quis fazer uma sequência de filmes, igual fez de Afterlife e Retribution, envolvendo uma batalha final, que envolve o fim da raça humana. As cenas impressionam, e a trilha sonora está de parabéns... Ela consegue dar grandes climas para cenas de luta, cenas tristes e cenas de ação. A trilha mais uma vez é composta por Tomandandy e traz a volta de algumas músicas remixadas. Todos interpretaram bem, inclusive Sienna Guillory que teve uma volta épica, e Milla Jovovich que atuou as cenas perfeitamente, pois a cada filme, ela pode reparar e melhorar a atuação de seu personagem. Paul também manerou nos slows-motions.


Conseguiram criar um Leon leal aos games, e uma Ada leal aos games também. Os dois tem uma relação amorosa que também não foi explicada, e os dois têm uma cena divertida mais pro final do filme.


Não se explica o sumiço de Jill Valentine e nem o paradeiro de Ângela Ashford.

Alice agora é mãe neste filme e estará mais vulnerável. Sem poderes, mãe... É, Alice tem muitos desafios a cumprir e terá que superar a perda de seus novos e velhos amigos.


As batalhas ficaram bem bacanas e bem boladas, você com certeza vai adorar as várias batalhas do filme. São muitas emoções também. É a decidida da vida ou morte. As batalhas com certeza vão te envolver, por mais que o elenco tenha tido pouco tempo de treinamento, eles foram épicamente épicos! 

Terão também a volta dos poderosos Axe Men's (cujo teve seu primeiro aparecimento em RE 4: Afterlife)!!


Brevemente (brevemente digo muito em breve ou tempo indeterminado), Milla Jovovich nos informará no Twitter, a volta do último filme (geralmente são dois anos para se lançar um filme do Resident Evil), é aí que Revil Premium entra em ação, mais uma vez, com suas notícias de primeira linha! O último filme promete emoções e um encerramento com chave de ouro!


Resident Evil 6 será o último da franquia, completando assim, a segunda trilogia da franquia. Paul disse que não quer pensar muito no próximo filme, e que está focado no atual.

O diretor Paul W. S. Anderson revelou que 'Resident Evil 6' será seu último. “A ideia é que o próximo filme seja o último. Este é o começo do fim. Muitos personagens morrem e o próximo será o capítulo final”, revelou o diretor durante entrevista coletiva em Cancun.

Se for ver Resident Evil 5: Retribuição nos cinemas, veja, preferencialmente Legendado em IMAX 3D.


E esta foi a minha opinião/crítica sobre o filme... Gostei DEMAIS deste filme e minhas cenas favoritas foram a do Corredor e as batalhas que estão no final do filme. O 3D funcionou muito bem nelas! Mas ainda prefiro o Apocalipse e o Afterlife (minha opinião apenas).


Eu já garanti meu lugar na poltrona do IMAX nessa sexta feira de estréia!

Vou dar 9,5 para o filme! Recomendo demais, assistam nos cinemas de suas cidades, não percam por nada este belo filme, dirigido, produzido por Paul W. S. Anderson!! CORRE PRO CINEMA GENTE!!



Resident Evil Retribution disponível HOJE nos cinemas!!
Clique aqui para conferir a Opinião/Crítica/Análise que fizemos para Resident Evil 5: Retribuição!


Compartilhe com seus amigos!!


Um comentario ate agora.

  1. CalielCO says:

    "Leon fiel aos games"? Tá de brincadeira, né?!

Leave a Reply